quinta-feira, 22 de junho de 2017

Tropilhas de Jumentos na Zona Rural de Canavieiras na Primeira Metade do Século XX


Tropilha de Jumentos na Zona Rural de Canavieiras
 em 1938

Em Canavieiras, nas primeiras décadas do século XX, havia ausência total de estradas no município. Todo o deslocamento era feito por rios, através de canoas e barcos, pelo porto, através de navios e no aeroporto, por aviões de carreira e aeronaves particulares.

Quem queria se deslocar pelo interior do município não tinha outro meio a não ser através da garupa de animais que, na maioria das vezes era o jumento, animal abundante e que era usado para o transporte da safra de cacau pelo interior do município.

No início do século passado Canavieiras era um município de enormes dimensões, incluindo em seu território os atuais municípios de Una, Santa Luzia, Camacan, Mascote, Pau Brasil, Arataca, Itapebi e Potiraguá. Todos esses municípios, que eram parte de Canavieiras na primeira metade do século XX, não passavam, naquela época, de pequenas povoações, sendo que algumas não tinham mais do que meia centena de casas. Também não tinham estradas e, na maior parte delas, o único meio de transporte era o lombo dos jumentos.

Ao invés de estradas, as trilhas serviam de caminhos e por elas os jumentos transitavam transportando passageiros e mercadorias, movimentando a precária economia do interior do município.

domingo, 11 de junho de 2017

As Águas Límpidas e Transparentes das Praias de Canavieiras

Praia da Costa - Ilha de Atalaia - Canavieiras-BA -
Foto de Regis Silbar

As praias de Canavieiras, todas elas situadas nas suas inúmeras ilhas marítimas, são de uma grande beleza. Elas são selvagens, com vegetação típica de restinga e uma grande quantidade de aves que se alimentam dos frutos provindos da variada vegetação de sua extensa costa marítima e fluvial.

As suas águas são claras, límpidas e transparentes, além de amenamente mornas, prontas e preparadas para as pessoas se deleitarem em banhos e mergulhos depois de um maravilhoso banho de sol. 

Praia da Costa - Ilha de Atalaia - Canavieiras-BA
 - Foto de Regis Silbar

As praias são ensolaradas em quase todos os dias do ano, mesmo quando chove à noite ou amanhece chuvendo, o sol não demora a brilhar no céu, dando um toque de alegria e aquecendo as areias claras e lavadas pelas marés altas.

A paisagem com coqueiros balançando ao vento leva a uma felicidade que envolve quem está admirando o balançar das águas ou o navegar das embarcações de pesca que pontilham no horizonte.  

Praia da Costa - Ilha de Atalaia -
Canavieiras-BA - Foto de Regis Silbar

sábado, 10 de junho de 2017

Juscelino Kubistchek Já Esteve em Canavieiras

Recorte de Jornal Noticiando Que Juscelino
Kubistchek Já Esteve em Canavieiras

Juscelino Kubistchek, um dos melhores presidentes do Brasil já teve, de acordo com pesquisas já realizadas, esteve em Canavieiras no ano de 1955, quando ainda era candidato à presidência da república.

Como candidato à presidência da república, ele realizou um comício na Praça Eduardo Campos, no Centro Histórico de Canavieiras, que teve como palanque a Cesta, o coreto que embeleza a referida praça, também conhecida como Praça da Cesta.

De acordo com as três testemunhas entrevistadas pelo jornal, Juscelino Kubistchek, ainda andou descalço pela Avenida Otávio Mangabeira, antiga Rua dos Artistas, também conhecida como Rua Treze, a principal rua de Canavieiras. É a Rua que liga o Cais do Porto ao Aeroporto.

É uma pena que a Cesta original da praça tenha sido demolida a mando de algum prefeito que passou e ninguém se lembra mas dele. Contudo, Juscelino, sempre será lembrado pelo povo brasileiro e a Cesta foi reconstruída, voltando a fazer parte da paisagem da cidade.    

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Os Trajes Cotidianos dos Canavieirenses do Sexo Masculino nas Primeiras Décadas do Século XX

Cavaleiros com Trajes Cotidianos no Cais do Porto
de Canavieiras nas Primeiras Décadas do Século XX 

Nas primeiras décadas do século XX, os trajes usados pelas pessoas do sexo masculino em Canavieiras eram, de certa forma, um tanto formais, se compararmos com o que usamos hoje em dia.

Os homens estavam sempre de ternos, camisas de mangas compridas, calças, sapatos e gravatas. O uso desta indumentária era diária, fazendo parte do cotidiano e todos se trajavam desta maneira, fazendo com que as ruas da cidade fossem uma passarela onde todos desfilavam.

Haviam também os mais sofisticados, que davam preferência ao uso de gravatas borboletas em detrimento de outros tipos de gravatas. O complemento era o chapéu, que poderiam ser de vários tipos, mas ele era sempre essencial para o complemento da indumentária.

Os ternos eram sempre de cores claras, sendo o branco a cor preferida de todos e, por isto, as ruas estavam sempre repletas de rapazes e senhores trajando ternos de cores claras, onde o branco predominava.

Esta indumentária era comum a todos, não importando a classe e origem social. Os mais pobres vestiam ternos humildes enquanto os ricos coronéis do cacau vestiam ternos de linho importados diretamente da Europa.




  

quinta-feira, 8 de junho de 2017

A Comemoração dos 300 Anos da Freguesia de São Boaventura em Canavieiras em 2018

Dom Avelar Brandão Vilela, Arcebispo
de  Salvador na Comemoração dos 250
Anos da Fundação da Freguesia de São
Boaventura em Canavieiras em 1968
   

Em 11 de abril de 2018, portanto, no ano que vem, a Freguesia de São Boaventura, em Canavieiras, completará 300 anos de existência e, para comemorar esta data está sendo planejado um grande festejo, tanto religioso como pagão, como a igreja se refere a festas de teor não religioso.

A Freguesia de São Boaventura foi criada em 11 de abril de 1718, a partir do desmembramento da Freguesia da Invenção da Santa Cruz de São Jorge dos Ilhéus, que tinha sido criado em 1556, portanto, apenas 56 anos após o descobrimento do Brasil.

Na época da criação da Freguesia de São Boaventura o Brasil ainda era uma colônia de Portugal e era escassamente povoado, incluindo Poxim, sede da Freguesia de São Boaventura, que nesta época tinha menos de 10 casas.

A festa dos 250 anos da Freguesia de São Boaventura, em 1968, foi memorável, contando, inclusive, com a participação de Dom Avelar Brandão Vilela, Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil.

A festa que será realizada no próximo ano, 2018, deverá ser, também, memorável, já que os preparativos já estão em andamento desde 2016 e, por este motivo, contamos com a sua presença para prestigiar a nossa festa.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Um Grande Erro Jornalístico Sobre Canavieiras

Matéria Publicada na Página 18 da Edição 252 da
Revista Esporte Ilustrado de 04-02-1943 da Editora
Americana

Na página 18 da edição de número 252 da Revista Esporte Ilustrado, da Editora Americana, datada de 4 de fevereiro de 1943, houve uma notícia sobre o futebol de Canavieiras que, imaginem, colocou a cidade no Estado do Rio de Janeiro, um lugar bem distante do Estado da Bahia, onde ela realmente está localizada.

Nesta edição, estava sendo noticiado que o Satélite F.C., de Canavieiras havia derrotado um combinado da cidade vizinha de Belmonte por 6 x 0. Satélite era um antigo e extinto nome de algumas sedes  das atuais AABB - Associação Atlética Banco do Brasil.

No título da notícia constava a seguinte legenda: "Foot-Ball em Canavieiras - Estado do Rio" e, logo abaixo, a foto do esquadrão dos atletas que participaram do jogo representando o Satélite F.C.

Ainda bem que hoje em dia os jornais sempre fazem alguma pesquisa antes da publicação para não divulgarem notícias com dados incorretos. Se aconteceu com Canavieiras, que era uma importante cidade na época, imaginem o que acontecia com outras cidades de menor expressão.


Capa da Edição 252 da Revista Esporte Ilustrado
de 04-02-1943 da Editora Americana 


quarta-feira, 31 de maio de 2017

A Construção do Trecho Ilhéus-Una-Canavieiras da Estrada BA-001

Construção do Trecho Ilhéus-Una-Canavieiras da
 Estrada BA-001 - Foto de 20-08-1982

Foi em 1982 a inauguração do trecho Ilhéus-Una-Canavieiras da Estrada BA-001. A estrada percorre um longo trecho do litoral da Costa do Cacau, um dos locais com as praias mais lindas do Brasil.

Esta estrada fazia muita falta à cidade de Canavieiras, pois estando a apenas 130 quilômetros de Ilhéus, pelo litoral, necessitava percorrer mais de 400 quilômetros para alcançá-la. Era uma distância muito grande para um lugar tão perto.

Construção do Trecho Ilhéus-Una-Canavieiras da
 Estrada BA-001 - Foto de 20-08-1982
Depois de sua construção Canavieiras não ficou mais ilhada como ficava até então. Ilhéus ficou mais perto e Itabuna também. Era tudo o que os canavieirenses queriam e conseguiram.

A estrada em si é maravilhosa, vem junto ao litoral até a Reserva Biológica de Una, onde vivem os micos-leão-de-cara-dourada e, a partir daí, segue um pouco mais pelo interior, mas não muito distante da praia.

Construção do Trecho Ilhéus-Una-Canavieiras da
 Estrada BA-001 - Foto de 20-08-1982

Depois de passar por Una, a estrada continua em direção à Canavieiras, passando também por uma estradinha simpática que leva até o povoado de Comandatuba, onde está localizado um grande resort de renome internacional.


Entre Una e Canavieiras, estrada caminha entre pequenas colinas, quebrando a monotonia com as porteiras das fazendas de cacau e algumas plantações de pimenta-do-reino. 

Construção do Trecho Ilhéus-Una-Canavieiras da
 Estrada BA-001 - Foto de 20-08-1982
No final da estrada está a grande surpresa: a linda e bela cidade de Canavieiras, a Princesinha do Sul, a terra onde foi plantado o primeiro pé de cacau que tantos benefícios trouxe para a cidade, que tanto acumulou riquezas, produzindo os seus frutos.

Canavieiras é o fim do caminho, e é onde termina a estrada. O projeto é que ela siga até Belmonte, uma cidade a apenas 20 quilômetro de Canavieiras mas, por impedimento de órgãos ambientais do governo federal ela não foi construída, mas quem sabe, um dia ela poderá ser.
Construção do Trecho Ilhéus-Una-Canavieiras da
 Estrada BA-001 - Foto de 20-08-1982

Quando for, Canavieiras ficará bem no meio do caminho entre Ilhéus e Porto Seguro e servirá, obrigatoriamente, de passagem para todos os turistas que se deslocarem de uma cidade para outra pelo litoral.


E quando isto acontecer, Canavieiras reinará absoluta na Costa do Cacau, por suas belezas, seu casario antigo do tempo dos coronéis do cacau, sua culinária deliciosa e seu simpático povo.


Construção do Trecho Ilhéus-Una-Canavieiras da
 Estrada BA-001 - Foto de 20-08-1982